O tempo - coisa intrigante!

26 de ago de 2010

by PALOMA


                                                               quadro by Salvador Dali


  Uma ilusão. A distinção entre passado, presente e futuro não passa de uma firme e persistente ilusão. (Albert Einstein)                                           

A vida simplesmente passa. Junto com os dias e horas, mais uma fração dela se foi. Esticar o tempo não é possível, em termos matemáticos e físicos... mas é possível perceber, sentir o tempo de maneira diferente... todos já tiveram a experiência de uma semana parecer “voar” ou então parecer “uma eternidade”, tal dia demorar pra acabar, ou terminar sem que se perceba. Normalmente, o tempo passa rápido (sem que nos damos conta) quando estamos entretidos, quando desejamos que “dure” mais... fica a sensação de ter sido preenchido o tempo, e até de tê-lo sido aproveitado... e parece que cada minuto tem pelo menos 3 x mais segundos quando estamos tensos, ociosos... o que dá a sensação de que o tempo “não passa”, que fica um vazio. Afinal, nosso psicológico, mente, alma (como preferirem chamar) consegue fazer o que a matéria e as ciências não conseguem – “esticar” ou “encurtar” o tempo??? E... o tempo existe, de fato?


Apologia de Sócrates


por Platão
Tradução de Maria Lacerda de Souza. (Extraído de: http://www.consciencia.org/)

link para a obra:
  http://www.ufrr.br/component/option,com_docman/Itemid,4/task,doc_view/gid,2321/


                          A Morte de Sócrates. Quadro de David, concluído em 1787

Parabéns, Melissa!

15 de ago de 2010

    O livro "As 50 melhores crônicas do Ler é Bom, Experimente!", com crônicas dos estudantes participantes do projeto “Ler é Bom, Experimente!”, foi lançado na Bienal Internacional do Livro de São Paulo em 14.08.2010. O livro traz uma coletânea de textos escritos por alunos do Ensino Fundamental e Médio, compilados pelo escritor Laé de Souza. 



     A crônica da aluna Melissa Manriquez, do 2C, sob supervisão da professora Maria Aparecida (língua portuguesa), foi escolhida para integrar o livro, o que é motivo de muito orgulho para seus professores, incluindo a mim! Alguns de nós fomos prestigiar o lançamento do livro na Bienal, representando a escola, com direito à autógrafo da Melissa.



                                        Na foto, da esquerda para a direita: a aluna Juliana, Luzia, e as
                                                       professoras Maria Aparecida e Paloma (eu!) ao lado da Melissa