Teatro no Sesc Paulista : peça HELL

10 de nov de 2010

Juntamente com seus professores, alguns alunos do Ensino Médio foram assistir à peça HELL, com direção de Hector Babenco, com Bárbara Paz e Ricardo Tozzi. Uma peça totalmente filosófica, confiram a sinopse:


Retrato devastador da juventude rica e consumista de Paris, que preenche suas vidas com sexo, álcool, drogas e roupas de grife, Hell poderia se passar em qualquer grande cidade do mundo, pois espelha os valores e o comportamento de uma classe que, sem encontrar limites para o prazer, vive o angustiante vazio do excesso. Hell, pseudônimo da narradora, é uma garota rica, fútil e arrogante. Niilista despreza a natureza e o único credo é que seja bela e consumista. A adaptação concentra a ação da peça na trágica história de amor vivida pela protagonista e Andrea – um jovem tão rico e tão imerso no desespero quanto ela. A experimentação de um afeto verdadeiro assim como uma total inabilidade para se lidar com ele constituem o fio narrativo principal da transposição para a cena desse romance.


O Teatro do Sesi São Paulo apresenta até o dia 19 de dezembro o espetáculo Hell, com exibições de quinta-feira a domingo, às 20h. A entrada é franca nas quintas e sextas-feiras. Nos sábados e domingo, o ingresso custa R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). A peça é uma adaptação do romance Hell. Um fenômeno editorial na França e best-seller em dezenas de países que marcou, em 2003, a estreia da escritora Lolita Pille, então com 21 anos.

Sinopse retirada de:
 http://www.fiesp.com.br/agencianoticias/2010/09/29/hell_teatro_sesi_sao_paulo_hector_babenco.ntc



alunos da 3.a série e eu.

alunos reunidos para a indispensável foto! 

Alguns conseguiram fotografar a Bábara Paz

Indústria Cultural e Cultura de Massa

Este documentário está divido em 5 partes, e ilustra um pouco o que é a Indústria Cultural.

CRIANÇA, A ALMA DO NEGÓCIO
Um documentário sobre publicidade, consumo e infância.


Produtora: Maria Farinha Produções
Direção: Estela Renner
Produção Executiva: Marcos Nisti


Sinopse: "Por que meu filho sempre me pede um brinquedo novo? Por que minha filha quer mais uma boneca se ela já tem uma caixa cheia de bonecas? Por que meu filho acha que precisa de mais um tênis? Por que eu comprei maquiagem para minha filha se ela só tem cinco anos? Por que meu filho sofre tanto se ele não tem o último modelo de um celular? Por que eu não consigo dizer não? Ele pede, eu compro e mesmo assim meu filho sempre quer mais. De onde vem este desejo constante de consumo?" Este documentário reflete sobre estas questões e mostra como no Brasil a criança se tornou a alma do negócio para a publicidade. A indústria descobriu que é mais fácil convencer uma criança do que um adulto, então, as crianças são bombardeadas por propagandas que estimulam o consumo e que falam diretamente com elas. O resultado disso é devastador: crianças que, aos cinco anos, já vão à escola totalmente maquiadas e deixaram de brincar de correr por causa de seus saltos altos; que sabem as marcas de todos os celulares mas não sabem o que é uma minhoca; que reconhecem as marcas de todos os salgadinhos mas não sabem os nomes de frutas e legumes. Num jogo desigual e desumano, os anunciantes ficam com o lucro enquanto as crianças arcam com o prejuízo de sua infância encurtada. Contundente, ousado e real, este documentário escancara a perplexidade deste cenário, convidando você a refletir sobre seu papel dentro dele e sobre o futuro da infância.


1.a PARTE: http://www.youtube.com/watch?v=dX-ND0G8PRU&feature=related





2.a PARTE: http://www.youtube.com/watch?v=UkcVM0Vcwd0&feature=related





3.a PARTE: http://www.youtube.com/watch?v=eq0gqEeaNL8&feature=related





4.a PARTE: http://www.youtube.com/watch?v=2d0DWuZsAfM&feature=related





5.a PARTE: http://www.youtube.com/watch?v=88v1i9BXTS8&feature=related



6.a. parte - Créditos: http://www.youtube.com/watch?v=Oqk7uUnEurY&feature=related


Pessoal da 2.a série, assistam às 5 partes do documentário e façam um relatório com uma análise e comentário pessoal sobre o mesmo.